CF: Alina (Aly White)


(leia a fanfic aqui)
Sinopse:
Eles diziam, e você nada falava. Estava só, distante, pensando que ninguém lhe entendia.

Aparência:
Capa + Sinopse (valor total: 3,0)

Capa (valor: 1,5): Eu gostei da capa por ser simples, mas bonita o bastante. O nome da fanfic em destaque e o da autora bem embaixo (acho que a garota ali já deixa um espaço para que se tenha uma ideia de o que o droubble se trata). Não tenho muita coisa para dizer sobre ele, mas teria aumentado um pouco só a luminosidade na garota para que ela ficasse mais visível.

Nota da capa: 1,3 de 1,5

Sinopse (valor: 1,5): considerando que é um droubble e pouco se dá para resumir de uma fanfic com 200 palavras, achei que ficou bom e despertou o interesse do leitor, mas teve um erro ortográfico em "Eles diziam, e você nada falava", que não é necessário essa vírgula: "Eles diziam e você nada falava".

Nota da sinopse: 1,4 de 1,5
Nota de aparência: 2,7 de 3,0

Ortografia:

(Gramática, Pontuação, Coesão Textual, Repetições) (valor: 4,0)

1) "Ninguém te compreendia, porém eu entendia." não precisava escrever entendia porque ficou um pouco repetitivo depois de você usar compreendia. O certo seria você colocar algo como "[...]porém eu sim.", para dar a ideia de que o narrador vai contra o pensamento do resto;
2) "Ninguém te compreendia[...]"outro erro na mesma frase é o uso do te. Durante praticamente a história inteira você trata a personagem principal como você, então o certo é usar lhe. O uso de te só é permitido quando um personagem é tratado com o pronome tu. Correto: "Ninguém lhe compreendia[...]"
3) "[...]queriam mostrar-te o correto[...]" é a mesma regra que vale para o erro de cima: "[...]queriam mostrar-lhe o correto.";
4) "[...]o que fazer e tudo que fazia era aceitar[...]" parecido com o erro do 1, você repetiu desnecessariamente o verbo fazer. Seria mais fácil trocar por uma frase equivalente para que não haja repetição, como: "[...]o que fazer e você só aceitava[...]";
5) "Tem tudo ao seu alcance, pra que queres sair?[...]" 3 erros aí: antes de tudo, deveria existir um se no início da frase para que ela possua mais sentido. O se não é usado só para condições, mas também é causal (ou seja, pode ser substituído por já que, visto que, que seria o seu caso). O 2º erro seria o pra, que não existe na norma da língua portuguesa. O correto é para. E, por fim, o 3º e último erro é queres. Como eu falei, a personagem é referida como você, não tu. Escolha um dos dois ao escrever sua fanfic, mas não pode ser ambos ao mesmo tempo. É um ou outro.
A frase correta: "Se/Já que/Visto que tem tudo ao seu alcance, para que quer sair?"
6) Teve o erro que eu mencionei no tópico de sinopse;
7) "[...]que eu estendi para você" logo antes você tinha acabado de escrever você. Repetição de novo. O correto: "[...]que estendi-lhe" ou "[...]lhe estendi".

Nota de ortografia: 3,1 de 4,0

Enredo

(Criatividade, Desenvolvimento da História, Narrativa) (valor: 2,0)

Eu até que gostei (e favoritei, se você ver uma tal de hotspotted, soy yo). Eu percebi que a ideia que você quis passar era legal, mas minha cabeça ficou um pouco (lê-se muito) confusa quando li a última linha. Ela tá morta? É isso mesmo, produção? Mas como ele (ou ela, não sei, né), conseguia ver a garota? Ela se jogou nos trilhos do metrô? Foi um fim um pouco rápido e indeterminado, como se você visse que ia dar 200 palavras e tinha que finalizar logo e pá, deu nisso. Não digo que ficou ruim, repito que gostei bastante e me deixou curiosa sobre a vida da menina, mas só tenho isso a dizer. Com relação ao título, queria saber se seria esse o nome dela. Não falou nada sobre isso e deixou meio vago esse nome (Alina seria a pessoa que está observando ou a garota morta?).

Nota de enredo: 2,5 de 3,0
Somatório: 8,3 de 10,0

Bom anjo, eu sei que você pediu hoje mesmo, mas como o seu era um droubble e eu já estou tentando dar uma limpada no cronograma de CF, somado ao fato que já estava sentada na frente do pc mesmo para fazer uns pedidos de sinopse, decidi fazer rapidinho o seu e aqui está. Eu não fiz avaliação geral (falando sobre banners, dando comentários finais e etc.) porque era meio desnecessário, visto que falei tudo na parte de enredo e ortografia. Comente e se não gostou, pode fazer outro pedido ;)

XOXO,

Um comentário :

  1. Olá, como vai? Espero que bem.
    Gostei bastante da sua crítica, não se preocupe quanto a isso ^^
    Eu meio que não revisei o texto, então perdão pelos erros alsjdk. Sim, chegou uma notificação aqui :v e muito obrigada pela favoritação (se é que essa palavra existe kkkkk). Agora, respondendo suas perguntas:
    - Nunca tive a intenção de escrever uma droubble, na verdade, mas a história também não seria longa. Por ironia, acabou dando 200 palavras certinho kkkkk;
    - O final que eu dei fora intencional, resolvi deixar em aberto para a imaginação do leitor;
    - Alina não é só o nome da menina, como também o significado do nome possui uma certa ligação com a fic e que também ironiza um pouco a história toda. Alina provém do grego Anila, significa agulha e predispõe a criança a se tornar profunda nas suas observações e na maneira de ver o mundo. Com o passar do tempo, porém, ela vai se tornando livre e desprendida e chega a agir de maneira quase superficial. Mas, quando percebe que fez uma escolha indevida, luta com toda a sua garra para corrigir o erro. E isso tanto acontece quanto não na história alshskdkdj.
    Corrigirei os erros que mencionaste. Muito obrigada pela crítica, anjo!

    ResponderExcluir